Avatar

On Air

Blues Blues / 00:00 - 02:00
Voz Online

Voz Online

Carlos Zingaro - Violino
José Lencastre - Sax alto e tenor
Clara Lai - Piano
Gonçalo Almeida - Contrabaixo
João Sousa - Percussão
ENTRADA LIVRE 
 
Vivemos tempos marcados pelo empobrecimento das ideias e das coisas. Empobrecimento do pensamento, cada vez mais confinado nos limites da intolerância, da exclusão, contrariando a esperança que o 25 de Abril de 1974 nos fez acreditar.
Tempos em que o valor do trabalho e da solidariedade deram lugar à racionalidade da mão invisível do neoliberalismo que sustenta a acumulação da riqueza, o empobrecimento planetário das famílias e a destruição do planeta.
Tempos em que o pensamento crítico sobre o mundo em que vivemos é confrontado com a ideologia dominante, dos medos, das múltiplas formas de alienação e das ameaças.
Tempos em que o estado de guerra permanente, camuflado, subtil ou flagrante é imposto no Brasil, na Síria, em Cuba, nas Filipinas e por todo o planeta. Guerras externas e guerras internas contra um crescente número dos mais desprotegidos, mais vulneráveis, mais excluídos, mais racializados…
Tempos em que a Dignidade Humana está cada vez mais alheia do debate público, submersa por discursos de ódio, que os meios de comunicação públicos e privados alimentam 24 horas por dia, nas casas, nas escolas, nas universidades, nas ruas e praças de aldeias, vilas e cidades.
É neste contexto que a realização de III Fórum Liberdade e Pensamento Crítico encontra a sua razão de ser, sobretudo em tempos de pandemia, onde é necessário manter bem alta a Voz da Liberdade.
O III Fórum Liberdade e Pensamento Crítico, tem por referência o centenário do nascimento do educador Paulo Feire, que tem inspirado gerações de mulheres e homens que lutam pela justiça cognitiva, pela equidade e pela liberdade do pensamento que ajuda a compreender e a mudar o mundo em que vivemos.
O III Fórum Liberdade e Pensamento Crítico, assume-se como um ato de resistência contra obscurantismo pela liberdade e pelo Pensamento Crítico em favor dos Direitos Humanos.
“Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo.”
“A educação faz sentido porque mulheres e homens aprendem que, aprendendo, podem se fazer e se refazer, porque mulheres e homens são capazes de assumir a responsabilidade por si mesmos.
“A educação não muda o mundo. A educação muda as pessoas. Pessoas transformam o mundo”
“Nosso papel não é falar ao povo sobre nossa visão de mundo, ou tentar impô-la a ele, mas dialogar com ele sobre a sua e a nossa.”
14h30 - Visita guiada à Exposição: " Paulo Freire: Cidadania e Diversidade", por Judite Primo.
15h-17h - Conferência/Debate: Paulo Freire - Educação como prática de liberdade".
17h15 - 18h30 - MOMENTO CULTURAL.
Coro Juvenil da Universidade de Lisboa;
Mabel Cavalcanti e Marcelo Morais;
Eddi Motta.
Entrada Livre

A Ceifeira | Nuno Barroso

in Discos
novembro 11, 2021

"A Ceifeira" é um poema escrito por Fernando Pessoa e musicado pelo cantor-autor Nuno Barroso.

FADO ANTIGO | Maria Mirra

in Discos
novembro 11, 2021

Ao ouvirmos a Maria Mirra sentimos a emoção do Fado Antigo e percebemos porque será sempre atual.

Pág. 10 de 100

VOZ ONLINE é o nome da rádio licenciada pela Associação Voz Online Rádio - ARDVOZ.

  •  

Registo na ERC nº 700077
  •  
    spotify6  google podcast