Sofia Kourtesis é uma jovem artista e activista peruana de ascendência grega radicada em Berlim.
“Fresia Magdalena” é um mini disco autobiográfico, sobre a família, as suas raízes nos arredores de Lima e a experiência de viver em Berlim. É um trabalho, como a própria afirma “sobre activismo” e nele é perceptivel, não só as influências e as gravações feitas no Peru, mas também as óbvias influências da electrónica berlinense.

Sofia Kourtesis
Fresia Magdalena (EP 2021)

The Coral - “Coral Island”
Os britânicos The Coral, de James Skelly, Ian Skelly, Nick Power, Lee Southall e Paul Duffy estão de regresso aos discos com Coral Island, com um duplo álbum, o primeiro da banda nesse formato e o décimo do seu catálogo.


Coral Island virá acompanhado de um livro de ilustrações da autoria do teclista dos The Coral, Nick Power e tem muito do seu ideário conceptual inspirado no disco Tranquility Base Hotel & Casino, que os Arctic Monkeys lançaram em 2018, já que também pretende recriar um local alternativo concreto, no caso a Coral Island.

The Coral -
Coral Island (2LP 2021)


Andrage - “Andrage”


Andrage é uma banda que começou o seu percurso em dois mil e dezassete e cujo nome é inspirado numa planta muito conhecida no Alentejo (também conhecida por Endro ou Funcho-bastardo). A escolha do nome deve-se ao facto de grande parte dos elementos da banda serem naturais do Baixo Alentejo. Esta planta acaba por servir de metáfora para a filosofia interpretativa do grupo.
Os Andrage são uma fusão de vários géneros e influências que vão desde as sonoridades ligeiras do jazz, evidenciadas pelos sopros, passando pela energia electrizante que caracteriza o rock clássico, com vocalizações pujantes, culminando num êxtase avant-rock, fora da caixa, eliminando aspirações comerciais.

Andrage
Andrage (LP 2021)

Lost Girls - Menneskekollektivet


Menneskekollektivet, significa “coletivo humano” em norueguês e é o álbum de estreia da compositora Jenny Hval, cantora, compositora, produtora musical e romancista norueguesa e do multi-instrumentista Håvard Volden, após uma década de colaboração, enquanto Lost Girls.
Menneskekollektivet tem os familiares elementos de vanguarda pop dos projectos anteriores de Hval, enquanto, ao mesmo tempo, explora territórios mais experimentais, como ambient, trance e spoken word. O resultado é um álbum, que embora nos pareça familiar é novo, isto é soa a clássico, mas é ousado.

Lost Girls
Menneskekollektivet (LP 2021)


O terceiro álbum do coletivo de Detroit é uma fusão excepcional de hardcore, noise e pop. Conceitos abstratos à parte, os Armed fazem com que a música estrondosa e desconcertante se mova com toda a delicadeza.
Foi preciso muito esforço para criar a enxurrada dos feedbacks de Ultrapop. solos de guitarra, sintetizadores cintilantes, percussão avassaladora, gritos, e pelo menos 19 músicos contribuíram para o álbum e as suas incontáveis camadas de ruído; detalhes melódicos e texturais estão amontoados em cada canto.
Só para citar alguns ilustres e abrir o apetite, Troy Van Leeuwen, do Queens of the Stone Age, toca guitarra meio à quebra com um sintetizador em cascata de "Real Folk Blues", e a música final do álbum, "The Music Becomes a Skull", é definida pela voz tipicamente imponente de Mark Lanegan.


The Armed
Ultrapop (LP 2021)

É um dos destaques nacionais desta semana. Os Alcool Club estão de volta e presentearam-nos com um aguardado novo álbum de originais com o sugestivo nome de "O Último a Sair".
Praso, Sanguibom e Montana contaram ainda com as participações de convidados com rimas inéditas. Falamos de nomes como os de Tom, $tag One, Tilt, Domi, Sara D Francisco, Lucy, NoB, Uno e ainda Beware Jack.
Cinco anos depois do lançamento de Rap Proibido (2016), o grupo continua a injectar jazz e rimas inebriantes no hip hop português.


Alcool Club
O Último a Sair (LP 2021)

Pág. 25 de 36

VOZ ONLINE é o nome da rádio licenciada pela Associação Voz Online Rádio - ARDVOZ.

  •  

Registo na ERC nº 700077
  •  
    spotify6  google podcast