Avatar

On Air

Blues Blues / 00:00 - 02:00

BLOOM | DRAFTY MOON

By
in Discos
novembro 05, 2021

“Drafty Moon” é o segundo disco de Bloom, o mais recente alter-ego do músico e compositor JP Simões, editado no dia 22 de Outubro.

Depois da estreia com “Tremble Like a Flower” (2016), Bloom regressa com "Drafty Moon", um novo fôlego que traz uma atitude mais assertiva, às vezes próxima do punk (mas apenas espiritualmente), com assomos de energia ora transbordante, ora tensa e contida como um desabafo. Ao todo, são 8 temas atravessados por uma constante tensão entre sombra e luz, firmemente ancorada nas letras e na voz de JP Simões - que neste projecto volta a assumir o dialecto anglo-saxónico -, finamente tecida na arquitectura narrativa dos arranjos - casamento exemplar entre elementos acústicos e electrónicos - e na guitarra exuberante de Miguel Nicolau (Memória de Peixe).

“Drafty Moon”, uma edição conjunta da Lux Records e Omnichord Records, está disponível em CD, Vinil e Streaming. Bad For Business é o single de avanço.

O álbum "Encontros" dos Bossa & Morna, é um reflexo da história de Ivo Dias, Diogo Caetano e Iúri Oliveira, os três músicos que compõem o projeto. Para além da história musical individual de cada um, a sonoridade que, todos eles se identificam, é a génese humana e resiliente que os une. A "casa vazia" que eles decidiram habitar e nela criar, sem pensar em mainstreams, no que os outros vão pensar, ou outro factor, uma ponte transatlântica entre os Países Lusófonos. O disco de onze faixas, traz em sua matriz a língua Portuguesa com os seus diferentes sotaques, traz a pulsação que foi transportada em barcos, de África para o Brasil e América Latina, traz os balanços que abraçam as letras que retratam as tristezas do quotidiano, as alegrias, o "corre corre" de estação em estação, etc. De todos os temas destaca-se uma belíssima morna "Diz-me", com a génese do cavaquinho cabo-verdiano e o choro das melodias, destaca-se o "Por Aí" e o "Fica mais um pouco", dois temas que mesclam a bossa nova com a coladera, assim como outros temas que trazem o semba de Angola, a Obatála de Cuba, o baião do Brasil. Um CD, unicamente produzido, editado e gravado pelos três elementos da banda, é uma edição de autor e uma prova de resiliência, que em tempos estranhos e de confinamentos, é possível, com muita vontade e sacrifício, fazer-se o que mais se gosta. Toda a gestação deste trabalho foi feita com o devido tempo e cuidado, com a dose certa de ritmo e voz, com letras frescas e conscientes e com sabor a areia, viagem e a lusofonia.

Bossa & Morna | Edição autor 05 Novembro 2021 «Encontros»

O terceiro disco a solo do autodescrito artista "slop 'n' soul" Curtis Harding de Atlanta, produzido com Sam Cohen.
If Words Were Flowers não conquistará nenhum novo fã para Harding, mas é uma exploração contemplativa e cuidadosa do amor moderno através do prisma da alma tradicionalista.
Este é o álbum mais experimental de Harding até hoje, abrangendo uma ampla gama de gêneros. Álbum emocionante e sedutor.

The Path of the Clouds, o mais recente lançamento solo de Marissa Nadler, foi inspirado quando a cantora assistiu aos episódios de Unsolved Mysteries durante a pandemia. Conta com as contribuições de Jesse Chandler, Simon Raymonde, Emma Ruth Rundle e Amber Webber.
Nadler, enviou as estruturas das músicas para os colaboradores que se encontravam a longa distância; Seth Manchester (Lightning Bolt, Battles, METZ) posteriormente, ela mistorou o álbum após adicionar criteriosamente feedback e guitarras distorcidas. Estes ajustes se adaptam perfeitamente às canções épicas e doloridas do álbum, que se recusam a manter a tragédia à distância.

Pág. 6 de 45

VOZ ONLINE é o nome da rádio licenciada pela Associação Voz Online Rádio - ARDVOZ.

  •  

Registo na ERC nº 700077
  •  
    spotify6  google podcast